Covid-19: Brasil tem 9,7 mil novos casos e 53 mortes em 24 horas

Covid-19: Brasil tem 9,7 mil novos casos e 53 mortes em 24 horas

O Ministério da Saúde divulgou hoje (9), em Brasília, novos números sobre a pandemia de covid-19 no país. De acordo com o levantamento diário, o Brasil tem, no acumulado, 30,5 milhões de casos confirmados da doença e 664 mil mortes registradas. As ocorrências de pacientes recuperados somam 29,6 milhões (97% dos casos). Nas últimas 24 horas, o ministério registrou 9,7 mil novos casos e 53 mortes. O estado de São Paulo tem o maior número de ocorrências acumuladas desde o início da pandemia, com 5,4 milhões de casos e 168,3 mil óbitos. Em seguida, vêm Minas Gerais (3,3 milhões de casos

Leia Mais...

Rio vacina contra gripe pessoas de grupos prioritários de 50 a 59 anos

Rio vacina contra gripe pessoas de grupos prioritários de 50 a 59 anos

A cidade do Rio de Janeiro começou a vacinar nesta segunda-feira (9) contra a gripe grupos prioritários de 50 a 59 e trabalhadores da saúde. A vacinação dessa faixa etária ocorre até o próximo sábado (14). Também poderão ser imunizadas pessoas de grupos incluídos nas semanas anteriores. A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) divulgou nota em que chama a atenção para a baixa adesão à vacinação, mesmo com a proximidade do inverno. As infecções respiratórias, como a gripe, se disseminam com maior frequência em temperaturas mais baixas e ambientes menos ventilados. De acordo com o observatório epidemiológico da cidade, apenas

Leia Mais...

Tesouro vê melhora em capacidade de pagamento da prefeitura do Rio

Tesouro vê melhora em capacidade de pagamento da prefeitura do Rio

A prefeitura do Rio de Janeiro melhorou sua nota em relação à sua Capacidade de Pagamento (Capag). A avaliação é feita pelo Tesouro Nacional com base na liquidez, poupança e endividamento de estados e municípios. Ela serve como indicador de risco da situação fiscal. Segundo comunicado divulgado hoje (9) pela Secretaria Municipal de Fazenda e Planejamento, o Rio de Janeiro alcançou a nota B, depois de cinco anos obtendo a nota C. Com a nova classificação, a prefeitura terá mais facilidade para obter garantias da União para contratação de financiamentos. “Entes federativos classificados com notas A e B ficam automaticamente autorizados a realizar operações de crédito com aval

Leia Mais...