Google Discover é uma nova oportunidade de gerar tráfego orgânico para o seu site. Esse recurso está disponível em dispositivos móveis e oferece um feed de conteúdos baseado nos interesses dos usuários. Acompanhe agora para entender como incluí-lo nas suas estratégias de conteúdo e SEO.

Além do SEO, o Google Discover se apresenta como uma ferramenta poderosa para engajamento e mais fidelidade do público no seu site. Essa novidade é baseada no numero constante de buscas que o usuário realiza, além dos conteúdos mais acessados 

Essa novidade é chamada de Google Discover e guarda boas oportunidades para quem quer mais resultados com o Google.

Acompanhe agora e saiba tudo sobre essa novidade!

O que é Google Discover?

Google Discover é um recurso do Google para dispositivos móveis que oferece conteúdos aos usuários com base nos seus interesses, sem que eles precisem fazer uma pesquisa.

Artigos no Google Discover

 O usuário digita uma palavra-chave, e só então o buscador oferece links como resposta na página de resultados da busca. Esse serviço do Google continua igual. Porém, com a intenção de antecipar a busca de conteúdo do usuário, o buscador apresenta conteúdos no próprio feed de home do buscador de palavra-chave.

Isso melhora a experiência de quem está navegando, além de gerar um conhecimento mais profundo sobre o comportamento, gostos e interesses do usuário. 

Para isso, o Google criou um feed — o Google Discover — que funciona como uma central de conteúdos para os interesses dos usuários. Esse recurso foi lançado em 2018, alinhado às mudanças anunciadas pelo buscador para os seus próximos 20 anos. Essa ferramenta é a melhoria do Google Feed, que foi criado em 2017. 

Como o Google Discover funciona?

Se você olhar no desktop, não vai encontrar, pois o Google Discover só está disponível no mobile. Pelo smartphone, atualmente você pode acessar o Google Discover de três formas:

  • Pelo app do Google (Android e iOS);
  • Pelo navegador mobile, acessando google.com.br;
  • Em alguns dispositivos, deslizando para a direita na tela inicial.

No menu inferior, você vai encontrar uma aba chamada Discover, representada pelo símbolo de um asterisco. É ali que se encontra o feed.

Você pode rolar pelo feed como nas redes sociais. Os conteúdos são exibidos em cartões, formados por uma imagem, o título, o trecho inicial, a fonte e a data de publicação. Ao tocar no cartão, o usuário é direcionado à página do conteúdo. Veja abaixo um exemplo:

Artigos no Google Discover

Os conteúdos que aparecem no feed geralmente são atuais, com publicações de algumas horas ou dias atrás. Mas o Google também pode exibir algum conteúdo antigo que faça sentido para o usuário.

Além disso, os conteúdos do Discover também podem incluir vídeos, placares esportivos, previsão do tempo, preços de ações, atrações de um festival de música, lançamentos de filmes e muitos outros. Para cada conteúdo, o Google vai escolher o formato mais adequado.

  • Atividades na web e de apps: inclui o uso da Pesquisa do Google, o histórico do Chrome, atividades em sites, apps e dispositivos que usam serviços do Google, gravações de áudio e voz, dados de contatos dos dispositivos.
  • Histórico e configurações de localização: inclui os locais em que você esteve, bem como a localização da sua casa e trabalho. Tudo isso compõe os algoritmos que determinam quais conteúdos devem aparecer no Google Discover para cada usuário, de forma totalmente personalizada. 

Além disso, o Google entende que não acerta sempre. Por isso, o app conta com a colaboração do usuário para criar um feed de conteúdos mais relevante. Para isso, o usuário tem várias opções de personalização do feed. Isso permite afinidade de conteúdos e de certa forma, uma maneira do Google prender por mais tempo a interação dentro de seu app. 

Por que otimizar conteúdos para o Google Discover?

A pergunta é, por que devemos antecipar o usuário com nossos conteúdos? Já temos bastante cuidado em manter nossos sites em um bom ranking com o SEO, estratégias de marketing digital e conteúdos exclusivos que representem nossa marca, o Google Discover é uma forma de mapeamento de nossos clientes, porque quanto mais há uma busca em nosso site, maior é a probabilidade de nosso artigo de blog aparecer no feed do app, e isso aumenta nosso banco de dados. 

Aparecer nas descobertas do Google é mais uma chance de aumentar a visibilidade das suas páginas e gerar mais tráfego orgânico para o site.

A pesquisa do Google só é usada quando o usuário tem uma demanda e quer tirar uma dúvida. O Google Discover, por sua vez, não é ativado por uma necessidade imediata — o usuário vai até lá para rolar o feed. Ou seja, é uma forma de rede social ainda em andamento. 

Portanto, o uso desse recurso pode se tornar um hábito e gerar uma fidelidade do usuário. Se as suas páginas costumam aparecer no feed para ele, a sua marca se associa a esse hábito e se mantém sempre presente no dia a dia da pessoa.

Otimize as páginas para mobile

O Google Discover só está disponível em dispositivos móveis. Embora o Google não reconheça, é provável que ele analise os sinais do usuário para saber se a sua página oferece uma boa experiência. E se ele acessa o conteúdo e logo fecha a página, isso pode ser um mau sinal que leve o Google a não recomendar mais a sua página no feed.

Descubra os temas abrangentes que interessam à persona

A escolha dos links que vão aparecer no feed do Google Discover se dá em torno de interesses dos usuários. Eles são agrupados em palavras-chave amplas, que representam temas abrangentes, como:

  • Hobbies (ex.: camping, games, receitas);
  • Esportes (ex.: futebol feminino, seleção brasileira);
  • Entretenimento (ex.: Game of Thrones, Lady Gaga);
  • Negócios (ex.: Marketing Digital, contabilidade)
  • Marcas (ex.: Apple, Banco do Brasil).

Dificilmente os interesses dos usuários serão representados por palavras-chave de cauda longa. Portanto, procure entender quais são os interesses amplos dos usuários (e as respetivas palavras-chave) que coincidem com temas que permeiam a sua empresa e o seu mercado. É sobre eles que você deve falar no seu blog.

 

Por isso, cada vez mais novas estratégias surgem para melhor aproveitamento das ferramentas disponíveis. 

O post Google Discover e como gerar tráfego orgânico em seu site apareceu primeiro em Ondaweb | Criação de Sites Porto Alegre, Desenvolvimento de sites, Agência digital..

Deixe uma resposta