Dólar fecha em alta; Bolsa tem dia de estabilidade

Dólar fecha em alta; Bolsa tem dia de estabilidade

O dólar reverteu perdas de mais cedo e fechou em alta frente ao real nesta quarta-feira (22), acompanhando piora nos mercados internacionais devido a declarações do presidente do Federal Reserve (o banco central americano), Jerome Powell. A divisa norte-americana à vista subiu 0,50%, a 5,1791 reais na venda, depois de ter chegado a cair 0,50%, a 5,1274 reais, em certo ponto das negociações. O foco do dia esteve em comentários de Powell ao Congresso dos EUA, em que ele afirmou que o Federal Reserve está “fortemente comprometido” em reduzir a inflação -a mais intensa em 40 anos- e reconheceu os riscos

Leia Mais...

Dólar sobe para R$ 5,18 e fecha no maior valor em quatro meses

Dólar sobe para R$ 5,18 e fecha no maior valor em quatro meses

Em um dia de turbulências domésticas e externas, o dólar aproximou-se de R$ 5,20 e fechou na maior cotação em quatro meses. A bolsa de valores chegou a cair 1,42% durante a manhã, mas recuperou-se ao longo do dia e encerrou com estabilidade. O dólar comercial encerrou esta segunda-feira (20) vendido a R$ 5,186, com alta de R$ 0,42 (+0,81%). Este é o valor mais alto desde 14 de fevereiro, quando a divisa tinha encerrado em R$ 5,21. A moeda chegou a operar estável na maior parte do dia, mas o pessimismo no mercado internacional nas horas finais de negociação

Leia Mais...

Ibovespa cai 2,83% puxada por forte queda da Petrobras

Ibovespa cai 2,83% puxada por forte queda da Petrobras

O Ibovespa fechou em forte queda nesta sexta-feira (17), voltando aos níveis de novembro de 2020, com os temores de recessão global derrubando commodities, enquanto a Petrobras desabou cerca de 6% também refletindo risco político após anunciar reajuste nos preços de combustíveis. (https://agenciabrasil.ebc.com.br/economia/noticia/2022-06/petrobras-anuncia-novo-aumento-de-combustiveis)  Os papéis da Petrobras chegaram a cair mais de 10% ao longo do dia, mas encerraram o pregão com queda de 6,00%. O Ibovespa caiu 2,90%, a 99.824,94 pontos, menor patamar desde o começo de novembro de 2020. No pior momento, chegou a 98.401,73 pontos (-4,28%). Com tal desempenho, o Ibovespa acumulou declínio de 5,3% na semana.

Leia Mais...