Universidades paranaenses recebem pesquisadoras ucranianas

Universidades paranaenses recebem pesquisadoras ucranianas

A pesquisadora ucraniana Zhanna Virna, doutora na área de educação, é a primeira cientista refugiada a chegar ao Brasil, para trabalhar na Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR). A instituição é uma das primeiras a receber cientistas da Ucrânia, desde a invasão russa ao país, que deu início a uma guerra. Após o início do conflito armado, Zhanna Virna foi para a Polônia e, de lá, se inscreveu em um programa humanitário da Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Estado do Paraná (FA), que traz pesquisadoras ucranianas para atuarem no Brasil. “A Fundação Araucária teve ideia

Leia Mais...

Militares ucranianos relatam mortes de russos em combate em Kherson

Militares ucranianos relatam mortes de russos em combate em Kherson

Militares ucranianos disseram neste sábado (30) que mataram dezenas de soldados russos e destruíram dois depósitos de munição em combates na região de Kherson, o foco da contraofensiva de Kyev no Sul e uma importante ligação nas linhas de abastecimento com Moscou. O tráfego ferroviário para Kherson sobre o Rio Dnipro foi cortado, informou o Comando Militar do Sul, potencialmente isolando ainda mais de suprimentos as forças russas a oeste do rio na Crimeia ocupada e no Leste. Autoridades de defesa e inteligência da Grã-Bretanha, que tem sido um dos aliados mais firmes da Ucrânia no Ocidente desde a invasão

Leia Mais...

Ucrânia trabalha para retomar exportações de grãos

Ucrânia trabalha para retomar exportações de grãos

A Ucrânia prossegue hoje (24) com esforços para retomar as exportações de grãos de seus portos do Mar Negro sob um acordo destinado a aliviar a escassez global de alimentos, mas alertou que as entregas pode ser prejudicadas, caso mísseis russos atinjam Odessa.  O presidente ucraniano, Volodymyr Zelenskiy, denunciou o ataque de ontem (23) como uma “barbárie” que mostrou que não se pode confiar em Moscou para implementar um acordo selado apenas um dia antes com mediação da Turquia e da Organização das Nações Unidas (ONU). Militares ucranianos, citados pela emissora pública Suspilne, disseram que os mísseis russos não atingiram a

Leia Mais...