Interações e a experiência gerada com o marketing de conteúdo

Promovendo valor para nosso público

Muitas vezes consumimos experiências com conteúdo como por exemplo um livro, um filme ou até mesmo uma comida. E repetidas vezes, fazemos isso de novo. Já pensou que você mantém audiência através do conteúdo que consome?

Dentro do marketing de conteúdo utilizamos um termo chamado content experience. Quando pensamos em um conteúdo, sempre temos que levar em conta a questão da interação que irá acontecer por trás daquilo. E normalmente o público ou audiência irá interagir através da experiência que foi gerada. Por isso, é fundamental perceber como seu conteúdo irá impactar seu público, com responsabilidade pela mensagem que será transmitida. 

“Uma Experiência de Conteúdo é o fluxo de conteúdos relevantes, ricos e cuidadosamente criados, que engajam a audiência ao longo de toda a jornada de compra e ao longo do tempo”

Um exemplo de como a experiência a ser pensada é parte do mesmo processo por busca de resultados: O Google Search Console agora tem um relatório chamado “Core Web Vitals”, que leva em consideração três métricas: LCP, FID e CLS — todas relacionadas à velocidade de carregamento das páginas e sua adequação aos diferentes dispositivos.

Essa mudança que ocorreu acabou gerando uma questão dentro do meio do marketing de conteúdo: A obsessão no carregamento da página. 

Porém, o que acaba por ser uma obsessão termina por excluir o principal de quando pensamos em uma estratégia de content experience. 

A ligação entre velocidade, usabilidade e conteúdo nem sempre se cruzam, mas podemos dizer que elas devem ser paralelas. Uma coisa automaticamente irá se retroalimentar da outra, porém não quer dizer que se uma delas não está adequada a outra também será ruim. Mas pensar em experiência é olhar a coisa de forma ampla e distante, e criar tudo isso é onde minuciamos o olhar aos detalhes. 

Um bom conteúdo que seja engajador e traga algo de bom para seu público pode ser totalmente satisfatório, atingir bons resultados mas o site em si não ter um layout tão adequado, ou a velocidade do carregamento das páginas não estar tão boa. Mas, seu público ainda continuará entrando nele devido a qualidade do conteúdo. 

Um exemplo do que estamos dizendo são os portais de notícias. Podem perceber que o layout não é nem um pouco atraente, muitas das vezes os conteúdos são espalhados e o carregamento de páginas são uma porcaria. Mas ainda assim conseguem ter um grande número de usuários navegando dentro do site, e isto ocorre exatamente por conta do que atrai essa audiência. O conteúdo. 

Foco no objetivo

Quanto mais pensamos em manutenção de experiência de conteúdo, mais temos que focar nas formas que iremos manter a audiência do nosso público. 

Faça as perguntas certas:

Como eu irei impactar quem visualizar meu conteúdo?

Qual mensagem estou remetendo?

O que eu quero transmitir?

Essas perguntas são a base para qualquer criador de conteúdo, e também a nossa responsabilidade sabendo que estamos lidando com pessoas, e assim como nós somos humanos essas pessoas também irão consumir, formas opiniões e ter um estilo de vida baseado com o que emitimos. 

O post Experiência de conteúdo – Seu site ultrapassando barreiras apareceu primeiro em Ondaweb | Criação de Sites Porto Alegre, Desenvolvimento de sites, Agência digital..

Deixe uma resposta